ENCONTRO - O EX TENENTE VOLTOU - FODA DE DESPEDIDA

Só de ler a mensagem desse safado eu já me animo, quando fala que vem fico trêmulo, nunca sei o que esperar dele, e hoje não foi diferente. 

Assim que chegou, já chegou me beijando tirando minha roupa... na entrada mesmo colocou meu pau pra fora, se ajoelhou no meio do quintal e começou a mamar meu pau. Foi tirando minhas calças me deixando totalmente sem roupas no jardim. Levantou  pediu para mim o seguir, estava impossível. Entrou na sala, tirou a roupa, ficou de quatro no sofá e me disse:

- Hoje eu vim pra dar meu cu pra você, já que não vou voltar a te ver  tão cedo, quero que você me deixe arrombado.

Rapaz, pra quele falou isso, fui até o quarto coloquei a camisinha, lubrifiquei meu pau e falei pra ele:

- Você não sabe o quanto eu estava desejando isso, se prepara. Hoje não vou parar, nem com você pedindo! 

Ele apenas sorriu e empinou mais ainda seu cu, dei uma boa linguada, encaixei a cabeça na entrada, me debrucei sobre ele, e empurrei. Ele gritou e pulou pra frente no sofá. 

- Caralho que dor! 

Segurei ele pela cintura, encaixei meu pau  e retruquei:

- Ahh, mas hoje você vai aguentar!!! 

Soquei de novo no seu cu, ele mais uma vez foi pra frente e fui junto, socando forte, ele gemia e pedia pra parar. Tirei meu pau de dentro do seu rabão, o coloquei nos braços do sofá cara a cara comigo, ergui suas pernas, e bem sacana falei:

- Nem adianta, hoje você é meu!

Soquei de novo no seu cu, metia forte no rabo, tirava e colocava e ele reclamando de dor e pedindo pra parar. Seu pau o entregava, o puto estava com o pau estourando de duro, o tesão estava a mil. Eu socava e falava:

- Quer que eu pare, é? Quer pede pra mim parar então, se você pedir AGORA eu paro, essa é a sua última chance. 

Ele apenas sorriu e me segurou pela cintura fazendo com que meu pau entrasse ainda mais fundo nele. Recado dado, agora ele que aguentasse mais ainda. 

O puxei pelo braço, levei até o quarto, joguei sobre acama, subi e montei naquele cu gostoso,  soquei mais. Ele rebolava, e pedia mais e mais. 

- Agora quer mais é? 

Pois vai ter.

Sai de cima, sentei em uma poltrona ao lado, mandei  vim sobre mim de frente, sentar no meu pau e me beijar.

O puto pulava em meu pau, me beijava enquanto batia uma pra ele. O auge foi quando dei uma estoca funda em seu cu, e apertei bem seu pau, ele gozou que jorrou porra em nossa boca. O levantei de cima de mim o jogando sobre a cama, tire a camisinha do meu pau subi sobre ele, e gozei em sua cara. O puto todo gozado e pingando suor me falava rindo.

- Vá se fuder cara, você acabou comigo. Estava com raiva de mim? 

Dei risada e respondi:

- Era tesão mesmo, quando me disse que seria a nossa última foda, e que queria algo inesquecível, resolvi caprichar. 

E ele ofegante de me disse:

- Com toda certeza foi. Cada encontro melhor que o outro. 

Infelizmente não sei quando vou  ver novamente, está de mudança para outro estado, bem, bem distante daqui. Essa foi um foda de despedida pra mim não esquecer mais dele. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONTO ERÓTICO - MEU PRIMO ME PEGOU COM O CONSOLO NO RABO

CONTO ERÓTICO - MIJANDO NO ADVOGADO

CONTO ERÓTICO - CHUPANDO E COMENDO O CICLISTA - PARTE I