ENCONTRO - O PAULISTANO PELUDO ME FODEU

Ele estaria de passagem pela região nesse dia, mandou uma mensagem agendando um horário e me dizendo como gostaria que fosse recebido em casa. Combinamos tudo certinho  e assim foi.

Ele entrou em casa, abriu a porta do quarto e me viu pelado de pau duro na cama batendo uma, do jeitinho que ele queria. Pegou em minha  cintura me levantando, dando um beijo quente, gostoso... Passava sua barba cheia em meu pescoço. Segurava forte em minha bunda e apertava com desejo, passando a mão por ela toda. Afastou-se um pouco de mim, tirou toda sua roupa, ficando pelado e de pau duro em minha frente, me mostrando aquele corpo peludo. Me posicionou de 4 para chupar seu pau,  e enquanto eu o chupava ele  dedava meu cu, molhava a ponta dos dedos e massageava meu rabo. Tirou minha boca do seu pau, me levando até a sua e me dando um beijo de tirar o folego.

Me deitou sobre a cama de barriga pra cima, enfiou seu pau em minha boca fodendo com vontade. Pegou um consolo que estava o lado e começou a brincar em meu cu, revesava entre chupar meu pau e socar o consolo em meu rabo, sabia fazer isso como ninguém. Sentia que seu pau iria estourar dentro da minha boca, a cada mamada que eu dava sentia ele pulsando mais forte.

Percebendo que ia gozar, tirou o pau da minha boca me pôs de 4 e veio com aquele caralho gostoso me fodendo. Metia em mim  e fazia com que eu chupasse o consolo olhando pra ele pelo espelho. Dei reboladas gostosas naquele caralho. Saiu de trás do meu rabo, me pegou pelo braço, me deitou no chão do quarto sobre o tapete e veio sobre mim.

- Geme pro teu macho geme, que eu quero foder muito esse cuzinho. 

Aquele macho peludo me fodendo estava me deixando louco. Assim que ele saiu de cima de mim, ficou de joelhos me levantei e soquei meu pau em sua boca, fazendo-o chupar, ele mamava e babava muito. Mas queria mesmo era me foder. Me pondo de quatro na beirada da cama, voltou a meter. Dava fortes socadas, fazendo aquele barulho gostoso e excitante. Me virou pra cima, e voltou a socar no meu rabo, pegou o consolo novamente e enquanto me fodia, dava ele pra mim chupar. Ele queria mais um ali naquele quarto. Me fazia engolir todo o consolo com a boca e seu pau com meu cu.

Não conseguia mais segurar  seu tesão, logo gozou enchendo  meu cu de porra,  a camisinha saiu pingando.

Pediu para tomar um banho, pra dar uma relaxada. O levei até o banheiro e fiquei só observando aquele macho peludo todo molhado, ele olhava pra mim e ria:

- Você gosta de pelos né? 

Respondi pra ele com meu pau duro na mãos que sim,  me chamou pra debaixo do chuveiro e disse:

- Mama meu caralho mole, mama e olha teu macho peludo todo molhado.

 Aquele pau mole, gostoso dentro da boca, e a visão daquele macho peludo se lavando fizeram  com que eu desse uma bela gozada.

Após o banho voltamos para cama, ficamos deitados juntinhos curtindo, e eu aproveitando daquele peito peludo o máximo que  pude (risos) 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONTO ERÓTICO - MEU PRIMO ME PEGOU COM O CONSOLO NO RABO

CONTO ERÓTICO - MIJANDO NO ADVOGADO

CONTO ERÓTICO - CHUPANDO E COMENDO O CICLISTA - PARTE I