CONTO ERÓTICO - NO VESTIÁRIO DA NATAÇÃO

Havia começado a fazer natação, a pouco tempo. Ia sempre no primeiro horário da manhã antes de ir para o trabalho. Por ser  bem mais tranquilo, praticamente não tinha ninguém. Muitas vezes era somente eu e o professor. 
Já tinha terminado meu treino e fui para o vestiário, tomei meu banho e estava me trocando, quando entrou o outro rapaz que fez esta  a aula comigo. Nunca tinha visto ele por ali.  Estava somente de sunga, parou próximo aos armários para pegar sua mochila e percebi que ficou me olhando. Me abaixei para colocar meus sapatos, e ao me levantar para colocar minha blusa ele veio se aproximando, pegando  no seu volume dentro da sunga. Parou ao meu lado e começou a alisar meu peitoral por cima da minha camisa, passava a mão e esfregava aquela mala em minhas pernas. Foi descendo a mão ate chegar na minha calça, começando a apertar meu pau. Eu fiquei parado, apenas o olhando em seu olho. Se movimentando,  foi para trás de mim, com as duas mão acariciava meu peitoral, e ficava forçando seu  pau na minha bunda. Dado a volta por mim, se aproximou bem perto da minha boca. Estava cheio de tesão e desci minha mão, começando a alisar seu pau na sunga.  Me puxou forte em sua direção me dando um beijo.
Ficamos nos pegando, até que tirei seu pau fora da sunga e comei a punheta-lo. 
Foi tirando minha blusa e minha camisa me deixando de peito aberto, me empurro para o chão, deixando cara a cara com aquele caralho duro.  Esse que ele   batia em minha cara, e em fiava na minha boca. Me segurava forte contra seu caralho, me forçando a chupar tudo, ate engasgar. Pegava em meu rosto me fazendo olhar  para ele, enquanto batia com seu pau duro na minha cara.

Se afastando terminou de tirar sua sunga e se sentou no banco do vestiário. Comigo ainda de joelhos me fez chupar seu pau. Socava ele na minha boca, e dava baixos gemidos de prazer. Virando-se de quatro para mim sobre o banco, empinou aquele rabo bem em minha cara, e forçava minha cabeça para chupar aquele cu gostoso. Chupei, mordi, dei tapas naquele macho safado. Novamente se virou para mim se sentando no banco,  meu deu aquele mastro, que estava mais duro q antes. Mamei ele mais ainda.  
Me pegando pelo colarinho da blusa me pôs de pé em sua frente, ficou sentando e começou a passar a mão sobre meu pau, abrindo lentamente o ziper, foi colocando ele pra fora e caiu de boca. A o puto mamava gostoso com vontade. Mamava e se masturbava. Após fazer isso se levantou, me dando um beijo e pegando no meu pau e no dele, começando assim uma punheta dupla. A que tesão sentir aquele pau junto do meu, aquele macho me beijando, sua mão passando por meu corpo...

Me pegando pelo pescoço me virou contra a parede, foi para trás de mim baixou minhas calças e me empurrando para cima do banco começou a chupar meu rabo, dava fortes linguadas e gemidas chupando minha bunda. Me desceu ate o chão me deixando com os braços sobre o banco e a bunda empinada de quatro. Começou a brincar com aquele pau duro atras de mim, passava entre minha bunda, se debruçava sobe meu corpo, beijando meu pescoço. Se abaixou mais uma vez lambeu bem gostoso minha bunda e começou a colocara  dentro de mim . Bem devagar. Eu estava  segurando para não dar gemidos altos, que tesão. Ele foi enfiando bem devagar ate entrar tudo, e começar com um vai vem suave e muito gostoso. Metia com calma sem pressa, curtindo o momento. Mas isso não durou muito, ele segurou em meus ombro me forçando contra ele começou com estocadas bem mais fortes. Metida fazendo barulho, socava com vontade.

Percebendo que ia gozar, tirou o pau de mim se levantou, me puxou ao seu encontro terminando de tirar minha roupa, me deu um beijo e se sentou no banco do vestiário ficando com aquele pau duro apontando para cima em minha direção. Me puxou ate mais próximo dele, me virando de costas, deu uma linguada na minha bunda e foi descendo ela ate encosta em seu pau. Fui sentando, ate entrar tudo. Como fez no chão, me pegou  forte pelos ombros me forçando contra ele, e socava com vontade. Foi se levantando, me empurrando para frente me deixando de quatro, encostado em outro banco, e metia com vontade, tesão, desejo socava gostoso.

Me empurrou para o banco que estava em nossa frente, me pondo deitado de barriga pra cima sobre ele. Abriu suas pernas entre o banco ergueu as minhas e foi enfiando seu caralho. Se debruçava sobre mim, beijando e me fedendo. Erguia minhas pernas e metia com vontade. Tirou seu pau da minha bunda e veio sobre mim, tirando a camisinha começou a foder minha boca, tirava e colocava, até que veio o gozo. O puto gozou em minha boca, em meu rosto... se afastou de mim ajoelhou ao meu lado e começou a  chupar, ate que gozei. ele deixou meu gozo cair em meu corpo e lambeu tudo.

Assim que limpou meu gozo, se levantou e saiu.

Fiquei sem reação me levantei de pressa me dando conta do local em que estava  vesti minha roupa o mais rápido possível, já estava em cima da hora para ir para o trabalho. Lavei meu rosto e sai.  
Quando coloquei os pés pra fora do vestiário vi ele e meu professor de natação conversando, quando me viram disfarçaram. Mas percebi que meu professor estava com um sorriso sarcástico no rosto. Porem eu  precisava ir, depois tentaria entender o que  foi aquilo. Já que o cara não trocou uma só palavra comigo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENCONTRO - O PAULISTANO PELUDO ME FODEU

ENCONTRO - O EX TENENTE VOLTOU - FODA DE DESPEDIDA

CONTO ERÓTICO - O HÉTERO MACHÃO ME CHUPOU NA PISCINA