ENCONTRO - FODA A CÉU ABERTO

Saí bem de manhãzinha de casa, ele morava em outra cidade.  E esse nosso encontro já começou diferente a partir daí.  Pois ele sempre vinha até mim.

Ele havia me passado  o ponto de encontro pelo GPS. Assim que me aproximei vi seu carro. Desci da moto e fui até ele que pediu para segui-lo com a moto que iria para a fazenda do seu amigo. 

Era bem perto de onde estávamos, passamos por um caminho bem arborizado, um túnel de galhos, folhas...  e entramos na fazenda. Parou, e pediu para mim descer na moto e entrar no carro com ele. Nos beijamos muito, já fazia alguns dias que não nos víamos, e bem safado me disse:

- O  que acha daqui? 

- Achei o lugar lindo, mas o que você tem em mente? Não me disse muita coisa pelo celular, só me disse que  queria variar um pouco. 

Ele deu risada e disse para ter calma. Saiu com o carro bem devagar, olhava pra mim e apertava seu pau. O safado estava cheio de tesão.  Não demorou muito e  parou ao lado de um lago com um bosque de fundo.

- Esse aqui é o lugar. Meu amigo foi viajar e deixou as chaves comigo, e hoje é dia de folga dos funcionários, vem cá me segue. 

Descemos do carro, demos um volta pelo lago, pelo bosque, ele me pegava me dava beijos, andava comigo por ali se esfregando em cada canto. 

Voltamos para próximo  do carro.  Com o lago e o bosque de fundo  baixou suas calças e mandou eu chupar seu pau. Estava todo babado, meladinho de porra, o puto estava com o tesão a mil. Se virou de costas pra mim e pediu para dar uma chupada no seu cu. Mal encostei a língua naquele rabo  branquinho ele pediu pra parar.

- Juan, para. Se não vou gozar só com sua língua no meu cu. Que tesão. 

Me levantou, dando um beijo quente. Baixou minha calças, me pôs sobre o capô do carro, colocou a camisinha, lubrificou bem meu rabo e meteu seu pau em meu cu.  Que delicia, de bruços sobre o capo do carro  com aquela paisagem a minha frente, e aquele macho gostoso comendo meu rabo. Ambos, apenas com as calças abaixadas até o chão, eu deitado no capô e ele socando  no meu cu. Ahh que tesão, ele meteu, meteu e meteu. Dei uma inclinada dando um rebolada no seu pau, passei minha mão por baixo do meu pau peguei no seu saco, fui subindo com o dedo até encostar no cuzinho dele,, passei o dedo e comecei a tentar enfiar, quando fiz isso ele não se controlou. GOZOU! Nunca o vi gozar tão gostoso, gozava e socava forte em mim. 

Me levantei olhei pra ele, dei risada:

- Estava com tesão mesmo heim? Nunca vi você gozar assim.

Ele riu, subiu suas calças e se sentou em um banco próximo. Me chamou para sentar ao seu lado, pegou em meu pau e começou uma punheta pra mim, que logo gozei. 

Ficamos ali curtindo um ao outro naquela bela paisagem por mais um tempo, mas tínhamos que ir, ele precisava ir trabalhar e eu tinha um longa estrada pela frente.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENCONTRO - O PAULISTANO PELUDO ME FODEU

ENCONTRO - O EX TENENTE VOLTOU - FODA DE DESPEDIDA

CONTO ERÓTICO - O HÉTERO MACHÃO ME CHUPOU NA PISCINA