ENCONTRO - O CASADO VIROU PUTINHA NA CAMA - PIRASSUNUNGA -SP

Esse safado me mandou mensagem no dia anterior falando que sua esposa estaria viajando, e gostaria muito de dar o rabinho pra um macho dotado. E claro, eu fui...

Parei minha moto próximo sua casa, o chamei no portão. Logo saiu  bem a vontade de bermuda e camisa. Entrei sentamos na sala e começamos um bate papo. Me disse que estava afim de um encontro com outro homem, mas nunca dava certo. E desta vez ele aproveitou que a esposa tinha ido viajar e passar o dia fora e marcou  comigo. 

Ele não tirava o olho do volume da minha calça, e eu pra provocar  ficava apertando, e meu pau ia aumentando. Ele fixando os olhos me disse:

- Cara tira ele, deixa eu ver! 

Coloquei meu pau pra fora, ele  que estava no sofá da frente se sentou ao meu lado pra pegar no meu nele.

- Caramba, que pau grande. Falando isso foi se abaixando e chupando. Me encostei no sofá, abri os braços e curti aquela mamada gostosa. Ele gemia só com o pau na boca.

Mamou gostoso, e a cada vez que tirava o pau da boca falava:

- Que tesão, quero ele no meu cu. Ai, mas não vou aguentar. Que pau gostoso Juan. Que pau grande. Me dá ele, me dá.

Estava todo assanhado com o cu piscando de vontade de sentar no meu pau. Pediu pra mim se levantar, ficar em sua  frente. E sentado no sofá voltou a me mamar. Me segurava pela cintura e forçava sua boca no meu  caralho. Segurando sua cabeça eu dava socadas em sua boca, fazendo com que ele se engasgasse. O puto estava com lágrimas nos olhos, se levantou e pediu pra mim o seguir. 

Chegando em seu quarto, se deitou na cama e começou a tirar a roupa, de uma forma bem feminina,  ele me olhava e pedia:

- Meu macho tira sua roupa pra sua putinha, vem me foder vem, quero seu pau dentro do meu cuzinho. Me faz gozar com seu pau dentro de mim. 

Comecei a tirar a roupa, enquanto  ele empinava seu rabo pra mim de quatro me  olhando e falando:

- Me fode nessa cama, quero ser sua mulher, me fode. É aqui que eu como minha esposa, mas hoje eu sou a fêmea, vem, me faz gemer nesse pau.

Coloquei a camisinha, lubrifiquei bem, subi na cama e mandei ele fazer o seguinte:

- Empina esse rabo bem alto sua puta, que te macho vai ter dar um trato. Você quer gemer no meu pau, quer? Então se prepara.

Encaixei a cabeça do meu pau no seu cu, segurei firme sua cintura e fui empurrando. Ele dava gemidos, mordia o lençol, se contorcia todo enquanto eu metia no cu dele. Aquilo só me deixava com mais vontade de socar:

- Não queria um pau no cu minha puta? Agora aguenta, toma no cu gostoso. Geme, geme pro teu macho. Vai caralho !!! 

Ele já estava bem a  vontade com o pau no  rabo:

- Ai meu homem, isso come sua mulher. Que tesão me fode !!! 

- Não é aqui nessa cama que você fode sua esposa? Agora é sua vez de ver o que é bom. 

Falava isso e socava com força no seu  rabo, ele gemia cada vez mais alto. Mas quando segurei firme no rabo e dei aquela socada com um tapa na bunda ele gozou, e como gozou, se tremia todo.

- Ai meu macho, ai, que delicia, aii arromba sua putinha, vai, isso vai ... AIIIII!!! 

Tirei meu pau de dentro dele, e gozei em cima daquele cu  gostoso. Uma bela gozada, que fez a porra escorrer do rabo as costas. 

Todo cheio de tesão, e já voltando a ser o homem de antes, me disse:

- Cara sempre quis me sentir um vadia na cama. Adorei isso. Que delicia dar o cu na mesma cama que eu como minha esposa, tinha esse fetiche também. 

Ele ficou mega realizado com a foda, não parava de falar o quanto tinha ficado feliz. 

Nos trocamos, batemos mais um papo, bebi uma água, nos despedimos e fui para o meu próximo destino. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENCONTRO - O PAULISTANO PELUDO ME FODEU

ENCONTRO - O EX TENENTE VOLTOU - FODA DE DESPEDIDA

CONTO ERÓTICO - O HÉTERO MACHÃO ME CHUPOU NA PISCINA