ENCONTRO - NA SAUNA COM O PUTÃO

Tenho um tesão e um carinho enorme por ele, e sempre que podemos estamos juntos. Desta vez ele quis me fazer uma surpresa, e olha, que surpresa!!

Cheguei em sua cidade bem no inicio da noite, nos encontramos no shopping e de lá, fomos  para o local misterioso, que ele tanto queria me  levar. Parou o carro em uma rua escura, um pouco afastada e pediu para mim descer e o seguir. Chegamos em frente a uma casa, com luzes baixas, escura... ele apertou o interfone e o portão se abriu. Assim que entramos percebi que estávamos em uma sauna, pegamos as toalhas e fomos para o vestiário, lá ele me disse:

- Esta noite quero aproveitar muito. 

Saímos e ele foi me apresentar o local,  a sauna ainda não estava muito cheia, havia algumas pessoas circulando de cueca, toalha e outras nuas. Subimos algumas escadas e chegamos à uma sala com tv,  onde estava passando alguns filmes pornos. Sentamos nas poltronas e o safado começou a pegar no  meu pau por cima da cueca, até por ele pra fora e começar a chupar. Enquanto ele me mamava começou a entrar gente na sala e ficar nos olhando, aquilo só ia aumentando o meu tesão e o puto estava gostando de se exibir. Havia algumas pessoas que nos observavam e se masturbavam.. Ele viu que estavam com tesão e me disse:

- Vamos sair daqui!

Deu risada e na saída me falou:

- Hoje eu quero provocar.

Ele estava um puto, não conhecia esse lado exibicionista dele. Sai de lá com o pau duro pela mamada, a sauna já estava começando a encher. Desta vez ele me levou para  outra área, na sauna molhada, que estava cheia. Pediu para mim ficar de pé bem na entrada abaixou minha cueca e voltou a me chupar ali para os outros ficarem vendo. Confesso que estava me segurando pra não gozar, estava mega excitado, que situação gostosa,  me levou até o fundo da sauna, me sentei próximo a parede e ele ao meu lado. Logo em seguida sentou um outro rapaz ao seu lado, o putinho pegou em meu pau e no pau do rapaz, enquanto ele me beijava punhetava nós dois. Ele deixou o rapaz  cheio de tesão e saiu dali, me levando junto. 

- Hoje eu vou fazer tudo o que tenho direito.

Desta vez entramos na sauna seca, havia apenas duas pessoas lá. Ele não se empolgou muito e saímos. Me convidou a ir até o bar onde tomamos uma bebida e fomos para a piscina, ficamos lá dentro juntinhos, nos beijando, se pegando, ele me punhetava debaixo d'agua, me beijava... ele estava impossível. Quando percebeu que a sauna estava mais cheia me chamou para ir com ele em um outro local. Fomos para um quarto escuro, havia algumas pessoas lá dentro, enquanto passávamos e íamos entrando, sentia mãos pegando em todas as partes do meu corpo, ele em minha frente ia me levando até o local que ele queria. Chegamos no final do quarto, em um canto, não se dava pra ver nada, nesse momento só estava eu e ele ali. Me disse para pegar a camisinha que ele queria me dar ali dentro, de pé encostado na parede. Eu que já estava  louco de vontade de fuder aquele cu, coloquei a camisinha , dei uma boa chupada no seu rabo pra lubrificar e comecei a enfiar meu pau. Ele gemia alto, como se quisesse que todos ali soubessem o que  estava fazendo. Percebi algumas pessoas chegando perto, ele mandava eu socar mais forte, e quanto mais socava mais ele gemia. O barulho do meu pau batendo no cu  e de seus gemidos estava fazendo chegar mais e mais pessoas por perto. O puto foi se afastando da parede com meu pau dentro, e foi se abaixando ficando de quatro no chão, me deixando de joelhos socando no seu rabo. Ele gemia e pedia mais, percebi que em alguns momentos ele gemia mais abafado e se movimentava mais forte.  Que sensação,  diferente gostosa. Ele gozou!!! Se levantou e me puxou para fora, nos sentamos em umas poltronas na saída do quarto, meu pau ainda estava duro e já estava andando totalmente nu pela sauna. Sentado e ofegante ele me disse:

- Que delícia, dei gostoso lá dentro, e ainda chupei o pau de um cara. 

- Então era por isso que você gemia abafado safado, estava me dando e chupando mais um.

Disse a ele, que deu risada e veio pegando em meu pau e dizendo:

- Agora vem aqui comigo, quero que me vejam dando. Nada de quarto escuro dessa vez.  

Se levantou e foi em minha frente, e eu o segui com o pau duro andando por entre as pessoas que ficavam nos olhando. Entramos em um outro  cômodo com várias cabines, com mesas, poltronas... Ao entrar em uma delas, ele ficou de quatro pra mim virado para a porta e me disse:

- Não feche a porta, entra e fode meu cuzinho. 

Mas nem me atrevi a ir contra a esse desejo dele. Entrei  peguei a camisinha, e já fui metendo em seu cu. Ahh e ele gemia mais ainda, queria chamar a atenção. E não demorou, já tinha algumas pessoas nos olhando pela porta.

- É disso que você gosta né safado, dar o cu e ficar se exibindo para os outros? Toma sua putinha.

Falava isso e dava tapas em seu rabo, comendo ele gostoso. Confesso que aquilo estava  me deixando louco. Ele dava gostoso, recebia meu pau e pedia mais, estava impossível controlar aquele tesão... e mais uma vez gozou. Eu estava quase gozando quando ele me disse:

- Segura, a noite apenas começou. 

Caramba, o que mais tinha por vir? Fomos para a ducha, nos lavamos, trocamos de roupa e saímos. Dentro do carro ele me falou:

- Você realizou um dos meus maiores fetiches. 

Fomos batendo papo até chegarmos ao um restaurante, estávamos famintos. Enquanto esperávamos a comida chegar, ele ficava passando seus pés por baixo da mesa subindo e esfregando no  meu pau. Provocando cada vez mais. Jantamos, saímos de lá direto para um motel, onde lá sim pude matar todo meu tesão. Fodi  aquele cu gostoso, com vontade só pra ele largar mão de me provocar.  Ele nem se atrevia a reclamar, gostava, pedia mais, estava impossível.

Dei uma boa gozada em sua cara, ele deu mais uma  gozada. Fomos para o banho, e enfim cama.

Dormir.

No dia seguinte ele já tinha ido embora, tomei meu café, e voltei pra casa. depois de uma bela noite de foda e sonhos.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENCONTRO - O PAULISTANO PELUDO ME FODEU

ENCONTRO - O EX TENENTE VOLTOU - FODA DE DESPEDIDA

CONTO ERÓTICO - O HÉTERO MACHÃO ME CHUPOU NA PISCINA